Como acabar com Herpes

A Herpes é transmitida através do contato com a saliva da pessoa que está infectada ou través da relação sexual. A pessoa pode adquirir Herpes bucal no genital ou até mesmo Herpes genital na boca, pela forma com que a mesma se relaciona com a pessoa que está infectada.

fim-da-herpes (1)

Essa doença não tem cura e muitas vezes a pessoa pode nem saber que possui Herpes, pois pode ser uma doença silenciosa e não manifestar os sintomas e em outros casos pode manifestar sintomas leves que não são ligados a Herpes.

Apesar da doença não ter cura, existem muitos remédios paliativos que ajudam as pessoas a conviverem com a Herpes de forma normal e tranquila. Muitos desses remédios diminuem a frequência com que a pessoa manifesta os sintomas e aliviam as dores.

Há 2 tipos de Herpes e outro tipo não muito usual, segue abaixo a descrição:

Herpes tipo 1

A Herpes tipo 1 (HSV-1), é referente a infecções que acontecem nos lábios e no rosto, são erupções que aparecem. Muitas crianças podem apresentar esse tipo de herpes por estarem mais expostas a estes contatos e serem mais vulneráveis.

fim-da-herpes (2)

Os sintomas são aftas que aparecem no exterior da boca e no seu interior e infecção nos olhos

Herpes tipo 2

A Herpes tipo 2 (HSV-2) é referente a infecções, coceiras e feridas no órgão genital. Este tipo 2 pode não apresentar sintomas e a pessoa não saber que possui herpes.

Enquanto a Herpes tipo 1 é mais propensão a crianças adquirirem, a herpes tipo 2 é mais propenso os adultos adquirirem já que esta é ligada a prática sexual, oral ou penetração.

Há outro tipo de Herpes não muito comum, mas que pode acontecer, é a que ocorre no dedo, acontece mais em pessoas que trabalham no meio da saúde, que entram em contato com a saliva infectada de crianças por exemplo.

Sintomas da Herpes

– Aftas, ulceras e feridas na boca e genitais.

– Nódulos mais aparentes na virilha e no pescoço isso ocorre no início da infecção.

– Febre

– Queimação e formigamento na foca e nos órgãos genitais.

Somente um médico pode diagnosticar a pessoa se ela realmente possui o vírus da Herpes ou não, isso acontece através de um exame de sangue específico que o médico irá pedir.

Os especialistas que você pode procurar para diagnosticar a infecção são: Clínico geral, Infectologista, imunologista, dermatologista, urologista e ginecologista.

É importante que você não se esqueça de falar para o médico que irá te atender, todos os sintomas que você sente e históricos de exames passados e de medicamentos que você usa. Isso facilita no diagnóstico.

Tratamentos caseiros

fim-da-herpes (3)

– Chá de jambú: Serve para tratar a Herpes bucal, e deve ser tomado assim que sentir que a herpes irá aparecer.

Faça um chá com 20g de folhas de jambú em 1 litro de água. Tomar 3 xícaras do chá por dia até que os sintomas desapareçam.

– Pomada de erva-cidreira: Ajuda a aliviar as dores e a vermelhidão da Herpes labial, tem efeito anti-inflamatório e calmante.

Faça uma mistura com 20g de erva cidreira e 100 ml de óleo natural. Coloque os ingredientes em uma panela e deixe de 5 a 10 min em fogo baixo, assim que esfriar, coe e passe no local da ferida 3x ao dia.

– No link: http://acabarcomherpes.com.br/ expõem uma opção de remédio caseiro que pode auxiliar no tratamento e até substituir os remédios mais caros caso você veja que realmente valha a pena.

Custa nada tentar um remédio natural a parte já que a Herpes não tem cura e tem que conviver com ela o resto da vida, então vale a pena experimentar remédios alternativos que podem sim ser melhores que os industrializados. Este do link serve para tratar a herpes labial e genital.

Remédios de farmácia

– Valaciclovir – Serve para amenizar os sintomas da Herpes genital e labial em pacientes que tenham também o HIV. Ele é um antiviral e após sua ingestão pelo organismo ele é convertido o mais rápido em outra substancia que atua contra o vírus.

Alivia as dores e diminui a incidência destas. É indicado tanto para o Herpes inicial como o recorrente, mas se aplicado logo no inicio dos sintomas pode prevenir lesões na pele.

– Aciclovir – É um outro medicamento paliativo, pois como se sabe, a Herpes não tem cura. Este é o remédio mais utilizado para evitar lesões que são causadas pelo vírus da Herpes. O medicamento impede a reprodução do vírus no seu organismo.

Quando a pessoa começa a sentir o formigamento no rosto, boca ou região genital é a hora de se aplicar o remédio contra a Herpes. Quando aplicado no tempo certo o remédio inibe de forma considerada a reprodução do vírus e com isso você consegue mais qualidade de vida.